quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Carta Aberta

Ao senhor ministro responsável pelas questões climatéricas.

Serve o presente manifesto para dar conta ao Senhor Ministro e restante executivo da indignação que impera no seio da população portuguesa perante este cenário vergonhoso que se nos apresenta e que têm o atrevimento de chamar “Verão”!
Depois de toda a política de austeridade, cortes inadmissíveis nos salários e pensões, aumentos psicopatas na carga fiscal e mais toda a pouca vergonha que nos entra em casa todos os dias, ainda tem o Senhor Ministro o desplante de vir cortar também naquilo que é nosso por direito! Dada a localização geográfica do país está mais que sabido que o calor e as noites quentes de Agosto florescem naturalmente por todo o território continental durante este período, pois então o que é feito disso tudo, Senhor Ministro? Foi parar à Alemanha? É com isto que se pagam as dívidas criadas pela vossa incompetência e ganância?
Mais lhe digo, Senhor Ministro, que o país só perde com estas políticas de interesses. Somos um país de turistas que procuram nas nossas terras aquilo que não há nas suas, isto é, Sol! Estando os Senhores a desviar o nosso património estão também a destruir a economia nacional e a comprometer seriamente o futuro dos nossos filhos.
E estes ventos reles? Diga lá, Senhor Ministro, quem é que quis agradar com isso? Malbaratar os dinheiros dos contribuintes nesta miséria de escolhas climatéricas! Cheira-me a mais um esquema obscuro qualquer que não tarda se vai ouvir falar. Mas saem sempre todos incólumes!
Enfim, é o país que temos. Apanham-se no poleiro e é tudo a meter ao bolso. Na sua casa de certeza não há falta de calor.


Sem comentários:

Enviar um comentário